A tecnologia existe para revolucionar e facilitar os processos. No momento da indústria 4.0, que vivemos atualmente, a dependência da tecnologia nunca foi tão grande. Por outro lado, isso evidentemente significa se expor a algumas vulnerabilidades, mas que podem ser corrigidas com alguma cautela e com o uso das ferramentas corretas. Por isso, confira como evitar ataques como o cross-site scripting.

Quais são os ataques mais comuns?

cross-site scripting é apenas um exemplo, mas existem diversas formas de atacar um site específico. Mas, se focando neste método, essa invasão muitas vezes nem é percebida pelo dono da página.

De maneira resumida, neste tipo de ataque, os hackers varrem os sites, como o WordPress, buscando vulnerabilidades. Quando os encontram, colocam códigos no computador do usuário, de modo a acessar informações confidenciais dentro do sistema.

É possível que seu site também sofra outros tipos de ataque, como o famoso DDOS. Este ataque é simples, e visa “bombardear” o site com tráfego ilegítimo, de modo a fazer com que o mesmo saia do ar, impedido de lidar com o tráfego legítimo.

Como combater estes problemas?

É possível combater estes possíveis ataques de diversas formas. A primeira, é através de um encoding, ou seja, um processo de codificação de dados que irá convertê-los para uma informação muito mais difícil de ler.

Isso, normalmente não é suficiente, mas combinado com recursos como o validation, que irá filtrar todas as entradas de usuário para legitimá-las, é mais fácil combater os problemas.

Existe também, as opções de usar as bibliotecas anti-xss, que podem trazer muitas funções, com objetivo de trazer ainda mais segurança para o seu ambiente. Tudo isso, envolve codificação e o conhecimento para colocar os códigos no HTML do seu site. Porém, existe uma resposta ainda mais fácil, que é o uso de um CDN.

O que é o CDN?

O CDN é o Content Distribution Network, ou seja, uma Rede de Distribuição de Conteúdo.

Seu objetivo é ter uma rede de servidores que armazenam réplicas do conteúdo, de modo a entregá-los para as regiões mais próximas. Além de ser uma solução muito mais rápida e eficaz, deixa o seu conteúdo bem mais seguro.

Sem essa opção, o seu conteúdo está totalmente exposto, já que cada usuário interage diretamente com ele. Por outro lado, com o CDN, a arquitetura de servidores é mais forte e mais bem distribuída, descentralizando e limitando o acesso ao seu conteúdo original. Assim, os outros servidores podem sofrer os ataques de DDOS, XSS, syn flood, SQL injection e quaisquer outros, deixando o seu servidor original intacto.

Além disso, este recurso também disponibiliza um firewall e todas as outras ferramentas que podem auxiliar o seu ambiente a estar completamente protegido, permitindo mais proteção para os seus dados e as informações dos clientes. Tudo isso, sem nenhum custo extra. Por isso, o CDN é a forma mais barata, conveniente e segura de trazer a maior proteção possível para o seu site contra os ataques cross-site scripting e diversos outros.

Quer conhecer uma solução de CDN que irá deixar a sua plataforma mais segura e muito mais eficiente? Então, conheça o Singular CDN e confira!