Quanto tempo você espera um site carregar antes de desistir da navegação? Provavelmente não é muito, certo? Segundo o Google, a tolerância de carregamento atualmente deve ser de 3 segundos. É por isto que na hora de trabalhar o site da sua empresa é preciso muita atenção. Neste artigo vamos mostrar como otimizar imagens para cada tipo de cliente pode tornar a experiência mais completa.

Lembremos que elas são responsáveis pela maior parte das informações que devem ser carregadas em uma página. E além de ocuparem bytes, também influenciam no espaço visual. É assim que elas estão diretamente ligadas ao desempenho de um site. Quanto melhor trabalhado for este aspecto, mais rápido o navegador vai baixar e renderizar o conteúdo.

Outro detalhe importante para se levar em conta é que a sua página será acessada de vários dispositivos. O que implica naturalmente em diversos tamanhos de tela ao qual ela precisa se adaptar. Neste tocante é preciso que as suas imagens se adéquem do mobile ao HDMI sem prejuízo de qualidade. Vamos tratar esta questão em detalhes no tópico seguinte!

Entenda como otimizar imagens para cada tipo de cliente pode tornar a experiência mais completa

Antes de tudo é importante definirmos o que é otimizar uma imagem. A princípio quando usamos o termo estamos nos referindo à diminuição dos arquivos. Afinal, uma figura grande aumenta o tempo de carregamento da página. É possível utilizar scripts, plugins e softwares para reduzir o tamanho das imagens.

É importante salientar que, segundo o HTTP Archive, elas correspondem a pelo menos 21% do peso total de um site. O que acontece quando os arquivos são menores, para começar, é que eles ocupam menos largura de banda. Ou seja, o seu usuário poderá abrir o site independentemente da qualidade da conexão que possuir. Também deve haver esta preocupação para trabalhar melhor a responsividade do conteúdo.

Um desafio neste caso é que em telas onde existe um DPI alto é necessário maior quantidade de pixels nas imagens. A solução para conseguir bons resultados nestes dispositivos sem pesar no carregamento do site é adotar vetores. Pois não importa em que resolução estas figuras sejam renderizadas, elas não perdem qualidade. Justamente o contrário do que ocorre nas imagens raster.

Alt Text e acessibilidade

Vimos que diferentes dispositivos podem ser utilizados para acessar o seu site e por isto o conteúdo deve ser adaptável. De igual forma encontramos uma grande diversidade nos usuários. Alguns podem até mesmo necessitar de recursos de acessibilidade para navegar. Como os mecanismos que utilizam não são capazes de ler imagens, a otimização deve incluir o alt text.

O texto alternativo nada mais é do que uma descrição das figuras inseridas na página. De cara este cuidado vai aumentar o número de pessoas que conseguem acessar o seu site. Também vai impactar no ranqueamento do endereço no Google. Portanto, otimizar imagens para cada tipo de cliente pode tornar a experiência mais completa e trazer bons resultados de SEO.

O bom posicionamento nas buscas é o caminho ideal para fazer com que mais pessoas cheguem até a sua página. Ou seja, você pode iniciar um ciclo de conversão que alimenta a si mesmo devido a melhor experiência oferecida. Por isto é fundamental que suas imagens estejam otimizadas quando forem analisadas pelo Googlebot-image.

Conclusão

Resumindo como otimizar imagens para cada tipo de cliente pode tornar a experiência mais completa temos 3 vantagens. Em primeiro lugar, o site irá abrir mais rápido, não importando quão rápida seja a conexão do usuário. Segundo, fica mais fácil trabalhar um design responsivo, tornando o site adaptável a diferentes telas.

Em terceiro lugar, com o atributo alt você oferece uma experiência de qualidade para quem depende dos recursos de acessibilidade. Como reflexo disto o seu ranqueamento no Google vai melhorar. Sabe o que também torna o seu site mais rápido e otimizado? Adotar uma CDN. Descubra mais a este respeito visitando o nosso site!