Quando uma agência perde clientes, principalmente em grande quantidade, é preciso ligar o alerta vermelho e verificar quais são os reais motivos para esse abandono. Esse afastamento pode acontecer por diferentes razões.

O mais importante para as agências é detectar previamente esses momentos e fazer uma análise crítica que leve a justificativa desta situação.

Por essa razão, separamos neste artigo alguns dos principais motivos que leva a uma agência perde clientes, levando a prejuízos financeiros, de imagem e credibilidade.

Você sabe quanto custa seu cliente?

Em marketing, o CLV (Customer Lifetime Value), é uma métrica que representa o lucro líquido total que uma empresa gera com um cliente. Isso significa que o CLV é uma projeção para estimar o valor financeiro de um cliente, em relação ao negócio após levar em conta o valor do relacionamento ao longo do tempo.

Na prática, isso quer dizer que CLV é uma métrica importante para determinar quanto dinheiro uma empresa gasta na aquisição de novos clientes e quanto de negócios repetidos uma empresa pode esperar de determinados consumidores.

O CLV basicamente é calculado subtraindo o custo de aquisição e atendimento de um cliente da receita obtida, e leva em conta estatísticas como gastos feitos por visita, o número total de visitas e, em seguida, pode ser dividido para calcular o valor médio do cliente por semana, ano, etc.

Entenda por que a agência perde clientes e a relação com o CLV.

E qual a relação do CLV com as nossas dicas? Ao entender as razões pela quais a agência perde clientes você pode verificar os investimentos que estão sendo realizados ou que estão deixando de ser feitos.

Com o cálculo do CLV e as razões descritas em nosso artigo fica mais fácil para reduzir o gargalo que está impactando no desempenho de vendas. Vejamos os motivos para sua agência perde clientes.

  1. Falta de iniciativas com foco na Transformação Digital

A Transformação Digital que vivemos hoje em dia é importante porque torna o setor de TI mais ágil, atendendo assim às necessidades atuais dos negócios. Essa mudança também corresponde às demandas de um novo consumidor – altamente conectado e ávido pela inovação.

Desta forma, a agência perde clientes simplesmente pela falta de investimentos na criação de novos produtos e serviços que estejam de acordo com as tendências da Transformação Digital.

  1. Ausência de investimentos em inovação tecnológica

Não basta inovar apenas em produtos e serviços, é preciso ter uma infraestrutura que dê o suporte necessários à TI e também aos clientes. Atualizar os servidores, o armazenamento e outras estruturas computacionais também ajuda a determinar como as inovações tecnológicas vão chegar até o mercado.

Melhorar o desempenho, identificando cargas de trabalho específicas que podem ser aprimoradas pelo armazenamento são alguns exemplos de como o investimento em tecnologia impede situações em que agência perde clientes por conta da infraestrutura.

  1. Falta de eficiência em sites e aplicativos

Performance é um dos maiores desafios para as equipes de TI e a falta de eficiência em sites e aplicativos pode ser fator determinante para as empresas terem sucesso em suas estratégias de conteúdo, vendas online e as demais iniciativas na Internet.

Além da infraestrutura para dar suporte a diferentes cargas de trabalho, reduzindo a latência na rede, é preciso investir em boas práticas, a exemplo do armazenado em cache, aceleração de web e aplicativos, streaming de vídeo e otimização de diferentes mídias.

Os próximos passos

O CLV pode afetar diferentes áreas do negócio, uma vez que não está focado na aquisição de clientes ou em quão barato esses clientes podem ser obtidos, mas enfatizar em investimentos e iniciativas para maximizar as práticas de aquisição e retenção é o melhor caminho para evitar casos em que agência perde clientes.

Para saber mais sobre como você pode aproveitar investimentos e boas práticas para acelerar o seu negócio através de sites e aplicativos, continue visitando o nosso blog e inscreva-se em nossa newsletter para não perder as novidades.