Como você sabe bem o grande desafio de qualquer e-commerce é a conversão em vendas. Ter uma loja virtual se tornou uma grande jornada com vários obstáculos e o investimento em melhorias será sempre o melhor caminho para o sucesso desse tipo de empreendimento.

Seguindo a linha de buscar sempre a melhoria contínua, um dos recursos que os principais e-commerces de referência no mercado utilizam na busca pelo aumento de performance e maior conversão em vendas são as Redes de Distribuição de Conteúdo, também conhecidas como CDN.

Por isso, o objetivo do artigo é pontuar aspectos importantes que justificam o investimento nesse importante recurso de tecnologia aplicado ao e-commerce.

As CDNs preenchem necessidades críticas para o e-commerce

As Redes de Distribuição de Conteúdo (Content Delivery Networks) se tornaram um componente crítico no suporte ao tráfego de internet de alto volume de hoje. As CDNs aceleram a resposta da web, movendo o conteúdo para mais perto do usuário final.

Basicamente, as CDNs consistem em um servidor de origem do site em que o conteúdo da Web é criado inicialmente e em vários servidores localizados em pontos de presença (POPs) em toda a Internet. Vejamos então como essa estrutura pode beneficiar um e-commerce.

  1. Uso de balanceamento de carga em loja virtual ou aplicativo de compras

Uma Rede de Distribuição de Conteúdo contém inteligência para realizar um controle quanto ao volume de requisições que é enviado para o servidor. O balanceamento de carga consiste em poder direcionar o tráfego de dados para diferentes servidores back-end com base em vários critérios.

O balanceamento de carga local faz referência a um pool de servidores localizados no mesmo ponto de presença (POP) ou data center. Este recurso expande o pool de servidores back-end para incluir servidores nos outros POPs da CDN, reduzindo a carga do servidor de origem, economizando largura de banda e diminuindo o tempo de entrega para o cliente final.

  1. Gerenciamento de DNS

Outra parte fundamental do gerenciamento de tráfego é garantir que os dados façam o caminho mais eficiente, o que geralmente significa o caminho mais curto. Por meio das redes de distribuição de conteúdo, os serviços DNS podem direcionar o tráfego com mais eficiência, funcionando de maneira semelhante ao balanceamento de carga de aplicativos.

Como a Rede de Distribuição de Conteúdo está ciente da configuração do seu servidor e aplicativo, ele pode tomar decisões mais inteligentes do que simplesmente resolver um nome com um endereço IP.

  1. Segurança de rede

Como a CDN serve como um ponto focal para o tráfego do cliente, faz todo sentido que a Rede de Distribuição de Conteúdo também possa fornecer funções de segurança de rede.

Isso não apenas se torna um requisito obrigatório, mas a segurança de rede baseada em CDN pode suplantar o requisito de ter hardware dedicados a proteção de dados caro em cada local do cliente.

  1. Proteção contra ataques de negação de serviço

Os ataques DDoS usam uma enxurrada de tráfego para efetivamente negar o acesso de usuários legítimos a um e-commerce ou aplicativo de vendas.

O tráfego de DDoS pode não apenas consumir a maior parte da largura de banda disponível para o destino, mas, dependendo do ataque, também pode forçar o alvo a desperdiçar CPU e outros recursos no processamento do tráfego de ataque.

Os produtos de proteção contra DDoS fornecidos pelo provedores de CDN devem monitorar o tráfego de entrada em busca de padrões de ataque. Uma vez detectado, ele é interceptado e descartado. Portanto, tanto a largura de banda quanto os recursos do servidor são preservados para uso legítimo.

  1. Firewall de aplicativos Web

O WAF é o próximo passo lógico para segurança além das ameaças no nível da rede. Muitas ameaças de segurança são mais sofisticadas do que ataques DDoS de força bruta e usam fluxos de aplicativos para tentar comprometer os sistemas de destino.

Para se ter uma ideia, os invasores frequentemente tentam encontrar falhas em códigos SQL ou em outros fluxos de banco de dados que podem ser usados ​​para executar comandos de coleta de dados ilicitamente.

  1. Detecção e proteção de bots

Bots são usuários não humanos que interagem com sites e outros recursos da Internet. Muitas vezes pensamos em bots em termos negativos, mas eles não são necessariamente ruins e já existem há muito tempo.

Os mecanismos de pesquisa usam bots para rastrear a web e criar os índices de pesquisa que usamos para encontrar informações. Os recursos de detecção e proteção de bots permitem que os usuários identifiquem usuários não humanos e, dependendo do serviço da CDN, controlem os recursos que os bots podem usar.

Para saber como implementar cada recursos oferecido pela CDN, entre em contato com os nossos consultores. Podemos ajudar a desenvolver o melhor projeto para seu e-commerce e garantir uma infraestrutura para potencializar sua conversão em vendas.