Você sabia que existe um elemento no seu site, de extrema importância, que pode ajudar no desempenho das campanhas no Google Adwords? Esse elemento se chama tempo de resposta.

A velocidade do site faz parte de um conjunto de fatores analisados pelo Google para definir a forma como sua campanha será mostrada nos resultados de busca e nos demais pontos de exibição na Internet.

Vamos entender melhor como funciona a relação entre o Google Adwords e o tempo de carregamento nas lojas de comércio eletrônico.

Todo mundo prefere um site mais rápido

Ninguém tem muita paciência para as lojas virtuais que demoram no carregamento do site. Se um dos principais atrativos para um compra online é justamente a visualização de imagens e vídeos, qual será o comportamento de um visitante com a lentidão do site?

Por estar sempre em busca da melhor experiência para o usuário, o Google Adwords também considera o tempo de resposta em seus anúncios. Afinal, o que faz um anúncio de Adwords aparecer no Google é um leilão entre o índice de qualidade e o valor do lance que a empresa definiu, ou seja, o quanto ela aceita pagar por 1 clique.

O índice de qualidade, por sua vez, é calculado a partir de 3 métricas:

  1. Experiência do usuário no site, levando em conta especialmente se ele é otimizado para mobile e carrega rapidamente;

  2. A relevância da palavra-chave;

  3. Taxas de clique.

É nesse momento que podemos ver a importância de um site ser rápido, ele ajuda a reduzir o CPC, já que quanto menor o tempo de resposta, maior o índice de qualidade, e quanto maior este índice, mais barato fica o CPC.

É nesse momento que a CDN pode te ajudar com o Google Adwords

As CDNs consistem em um servidor de origem no site em que o conteúdo da Web é criado inicialmente e em vários servidores de borda de rede em pontos de presença (POPs) em toda a Internet.

Os servidores geralmente estão em locais onde as redes se interconectam para fornecer conexões a várias redes de provedores de serviços. Assim, os servidores de borda também podem ser colocados em POPs que oferecem acesso à rede de um único provedor de serviços.

Na prática, isso quer dizer que  a solicitação inicial do usuário para uma loja virtual ou arquivo é enviada para um servidor mais próximo e desta forma deve apresentar um tempo de carregamento menor do que o site de origem.

O servidor de borda tem a função de armazenar em cache páginas comumente acessadas e responde a solicitações de usuários subseqüentes com esse conteúdo para reduzir a carga no site principal.

O Google também quer ajudar a sua loja virtual

Para o Google, a questão da velocidade é tão importante que a empresa oferece diversos recursos para que as lojas de comércio eletrônico possam melhorar sua performance. Uma dos principais ferramentas é justamente um teste para avaliar o desempenho do seu site ou loja virtual.

Associado às ferramentas do Google e a adoção das redes de distribuição de conteúdo, a exemplo da Singular CDN, será possível melhorar o desempenho de suas campanhas de Google Adwords.

Vale destacar ainda que adotar a tecnologia de CDN melhora a experiência do cliente. Reduzir o tempo de carregamento de páginas em sua loja virtual permite que seus clientes explorem recursos mais rapidamente e facilmente.

A tecnologia CDN também é um método ideal para distribuir conteúdo da Web que apresenta fortes variações de tráfego, isso porque os servidores CDN distribuídos podem lidar com explosões repentinas de solicitações de clientes de uma só vez pela Internet.

Por exemplo, picos no tráfego de internet devido a um evento popular, como o streaming de vídeo online de uma posse presidencial ou um evento esportivo ao vivo, podem se espalhar pelo CDN, tornando a entrega de conteúdo mais rápida e com menor probabilidade de falhar devido à sobrecarga do servidor.

Além disso, as redes de distribuição de conteúdo contribuiem com a avaliação do Google Adwords e investem em recursos de segurança a fim de evitar ataques virtuais, a exemplo dos ataques de DDos. Por estas razões, quem adota a tecnologia de CDN só tem a ganhar.