As empresas estão usando cada vez mais redes de distribuição de conteúdo, ou CDNs, pois elas distribuem conteúdo, a exemplo de streaming de áudio e vídeo, para usuários em todo o mundo. Para isso, os provedores de CDN hospedam o conteúdo em cache de seus clientes em seus próprios pontos de presença de rede (POPs) ou em data centers de terceiros.

Se siglas como POP e CDN ainda te deixa em dúvida sobre como é possível potencializar seu negócio na Internet, continue a leitura e entenda melhor esse conjunto de tecnologias.

A importância das CDNs para a distribuição de streaming

Antes de falarmos sobre o conceito de POP e a sua importância para o seu negócio, vale lembrar o objetivo das CDNs ou Rede de Distribuição de Conteúdo como também é conhecido.

CDN é um sistema interconectado de servidores colocados em locais estratégicos, que são projetados para reduzir a distância dos conteúdos distribuídos pela Web, entre eles o streaming de áudio e vídeo, dos servidores de origem através de redes de longa distância, para alcançar usuários, não importando onde estejam localizados.

Esses servidores contêm conteúdo armazenado em cache a partir do servidor de origem. As CDNs fornecem o conteúdo dinamicamente aos clientes calculando qual servidor está localizado mais próximo ao cliente.

Isso não apenas diminui a distância do conteúdo de sua origem ou de uma nuvem pública, mas reduz o número de saltos que um pacote de dados deve fazer.

O resultado é menos latência, menor perda de pacotes e desempenho mais rápido, o que melhora a experiência geral dos visitantes do seu conteúdo, principalmente em relação ao conteúdo dinâmico, a exemplo do streaming, que requer uma banda maior de velocidade de suporte e um grande tráfego de dados.

A integração entre POPs e CDNs é fundamental para impulsionar seu conteúdo

Os provedores de CDN, a exemplo da SingularCDN, hospedam o conteúdo em cache de seus clientes em seus próprios pontos de presença de rede (POPs). Quando um usuário solicita um streaming de áudio ou vídeo, o CDN redireciona a solicitação para o POP mais próximo e entrega o conteúdo em cache a partir deste local, um processo geralmente invisível para o usuário.

Portanto, um ponto de presença (POP) é ​​um ponto de acesso localizado em lugares estratégicos com a função de melhor ainda mais a capacidade de acesso e distribuição de conteúdo pela rede.

O uso de POPs auxilia no balanceamento de carga de aplicativos e conteúdo

O CDN contém inteligência que pode direcionar o tráfego para diferentes servidores back-end com base em vários critérios, realizando assim o balanceamento de carga de aplicativos e de conteúdo.

O balanceamento de carga local faz referência a um pool de servidores localizados no mesmo ponto de presença (POP) ou data center. O balanceamento de carga global expande o pool de servidores back-end para incluir servidores nos outros POPs da CDN.

Assim, esse recurso reduz a carga do servidor de origem, economiza largura de banda e reduz o tempo de entrega para o cliente final.

E temos POPs aqui no Brasil?

Com toda certeza! O Brasil também tem a capacidade de expandir a distribuição de conteúdo pela Internet e aproveitar todos os benefícios da rede de distribuição de conteúdo.

Para você ter ideia, a SingularCDN tem pontos de presenças (POP) em todas as regiões brasileiras, localizados nas principais cidades do país. Com isso é possível entregar seu streaming mais rápido de forma segura. Graças ao balanceamento de rede, somos capazes de espalhar conteúdo de forma instantânea e precisa.

Agora que você entendeu a importância dos pontos de presenças (POP) e sua integração com a rede de distribuição de conteúdo (CDN), o que acha começar seu projeto de migração? Sua empresa e seus clientes só tem a ganhar.

Se ainda existirem dúvidas, você pode entrar em contato com os nossos especialistas, eles estão à disposição para responder suas perguntas e ajudar a dar os primeiros passos para a migração do seu conteúdo.

Não esqueça de se inscrever em nossa newsletter para não perder as novidades da SingularCDN!